30/08/2017

"In the clouds" - Sketchbook Pages 13/52


Desde que tenho um novo diário gráfico que sinto que tenho voltado a desenhar mais. Por enquanto sem um propósito claro, desenhar apenas por desenhar. Como o diário gráfico mencionava que dava para usar aguarela eu quis testá-lo com este com este desenho. Acabei por usar uma mistura de técnicas - entre marcadores e aguarela. Nas próximas semanas irei partilhar mais algumas páginas desde Diário Gráfico.

Since I have a new sketchbook that I feel that I have been drawing a bit more. For now, I'm just testing things, I'm drawing for the pleasure of drawing. This sketchbook claims to be appropriate for watercolour, and I wanted to test it. I ended up using a mixed of techniques - between markers and watercolours. In the next weeks, I will be sharing more pages of this Sketchbook.

21/08/2017

Bites & Bits 33/52

A semana passada foi muito preenchida, mas um dos pontos altos foi a meio da semana - quando fui a uma loja de arte ❤️
Ultimamente tenho sentido que não tenho desenhado tanto quanto queria/podia/devia. Em parte, isso está relacionado como me tenho sentido em relação à minha arte, mas também já não me estava a sentir confortável com o diário gráfico que estava a usar. Era uma das prioridades desta viagem. Estou satisfeita com o diário que escolhi - é da Winsor & Newton, do tamanho que prefiro usar A5 com argolas, 50 folhas de 170gsm (nem muito grosso, nem muito fino) e aguenta tanto tinta como aguarela! Confesso que a parte da aguarela foi uma agrádavel surpresa (e na qual só reparei quando cheguei a casa).

Desde que mudei o meu espaço de trabalho para o meu quarto que ando a pensar que devia proteger melhor a minha secretária. Desastres e manchas podem acontecer quando uso gouaches, ecolines ou outras tintas líquidas por isso decidi que um tapete de corte dos grandes (A1) era o ideal para proteger a minha superfície de trabalho.

Desde que descobri ecolines que tenho um fascínio pelos frascos e por colecioná-los quase todos. Por isso não perdi a oportunidade de trazer mais duas cores para a minha colecção (390 Rosa Pastel e 654 Verde Pinho).

Desta vez controlei-me no departamento dos marcadores Copic. Estas são as minhas primeiras recargas. Escolhi apenas algumas das cores que mais uso, mas fiquei com outras debaixo de olho para uma próxima vez.

Eu uso bastante no meu caderno e apontamentos/bullet journal um marcador com ponta pincel em cinza claro. O que costumo usar até têm bastante tinta e supostamente daria para comprar mais tinta para o encher. No entanto não encontro tinta igual ou aquela cor. Por isso decidi experimentar este marcador à base de água com ponta pincel da Zig. Para o uso que lhe dou é muito bom. Têm o contra de ter menos tinta, mas pró de ser mais barato. E fiquei com alguma vontade de investir noutras cores para usar nos meus apontamentos.

Outros momentos altos da semana:
- aprendi a fazer duas receitas chinesas típicas de take-away e que ficaram muito saborosas;
- descobri uma tinta semi-permanente que quero experimentar para tingir o meu cabelo ❤️  (só preciso de escolher a cor e começar a preparar-me para uma mudança radical!);
- escolhi e comecei a desenvolver as novas capas das agendas Nuts for Paper;
- e tirei um dia da semana para celebrar as 83 primaveras da minha avó ❤️


Last week was a very occupied one, but one the highlights of the week were when I went to an art shop.  ❤️
Lately, I've been feeling that I hadn't drawn as much as I could, wanted or should. Partially that's related to how I have been feeling about my art, but it's also related to how uncomfortable I was feeling towards my current sketchbook. Getting a new one was one of my top priorities. I choose Winsor & Newton, ring bind A5 sketchbook with 50 sheets of 170gsm paper that can even hold watercolors (and this was a very nice surprise!). So far I'm happy with it.

Since I change my workspace for my bedroom that I've been pondering that I should protect my desk. Disasters and stains are a natural thing when one uses inks so I pick one big (A1) cutting mat to do the job.

Since I found liquid watercolors that I've been fascinated with its packaging and how easy they are to use. Slowly I've been catching collecting them all. So I couldn't pass the chance of getting a couple more (390 Pastel Rose and 654 Pine Green).

I was very restrained when I got near the Copic markers department. This time I only choose recharges (my first ones!) and only got some of the colors I most use. But I already have a few more picked for the next time.

I have a notebook that I use daily almost like a bullet journal where I often use a brush pen in a light gray. The one I use had a lot of ink but it's almost run out and I can't find a replacement or a refill. So I decided to try this water-based marker with brush tip by Zig. It has less ink but it's also a lot cheaper. So far I think it's working and I even might invest in a few other colors for the same purpose.

Other highlights of the week:
- I learned and tried two new Chinese recipes- very similar with the takeaway food that I enjoy and they were very tasty;
- I found a semi-permanent ink that I want to try to dye my hair ❤️ (I only need to choose the color to start another radical change);
- I choose and started to create the covers for the Nuts for Paper's planners;
- I took one day of the week off to celebrate my grandma's 83rd birthday! ❤️

13/08/2017

Bites & Bits 32/52

Tenho trabalhado mais a partir de casa do que no estúdio. Como já tenho vindo a dizer, 2017 têm sido um ano estranho para mim. Com pouca criatividade e com muitas barreiras físicas e psicológicas.
Durante os últimos anos tenho tido uma secretária na sala. Recentemente fizemos algumas mudanças no wi-fi cá de casa e passei a ter novamente internet no meu quarto. O que me levou a decidir deixar ter a secretária na sala.

Trabalhar a partir de casa têm as suas vantagens, mas também há desvantagens. E ter um espaço designado para trabalhar é algo que é muito importante. O quarto pode não ser o local ideal para uma pessoa trabalhar, mas no meu caso penso que têm sido uma boa mudança.
Na sala havia o problema de ser um espaço comum. Apesar de gradualmente ter-me desligado da televisão (inclusivo cheguei a ter a secretária de maneira a estar de costas para a TV) sempre que alguém está com ela ligada pode ser um motivo de distração. Uma das coisas que mais gostava de trabalhar na sala era a vista e luz natural que tinha. No meu quarto a vista é para prédios, no entanto tenho luz natural o dia todo. Perdi a vista, mas ganhei os meus quadros de cortiça e outros pontos no meu quarto que estão cheios de ilustração e inspiração. Outra vantagem é poder estar ao lado das minhas queridas estantes e livros (a foto em baixo já têm alguns meses e a estante já sofreu bastantes mutações).

Lately, I've been working more from home than from the studio. As I have been mentioning, 2017 has been an odd year for me. No to a little creativity and with a lot of obstacles (some physical and other physiologic).
For the past years, my desk at home has been in the living room. But since we made some changes in the wifi I got internet again in my bedroom. Which made me make the decision of leaving my desk in the living room and start to work in my bedroom.

Working from home has its advantages but also disadvantages. Have a designated workspace is a very important thing. Although the bedroom might not be the most ideal workplace, in my case it has been a good change.
The living room had too many distractions. Although I barely watch TV, and sometimes I even had my desk in a way I had my back to the TV when the TV is on it's a distraction. One of my favorite things in the living room was the natural light and the view that I had there. The view from my room is apartment buildings, however, I'm lucky to have loads of natural light all day. I lost the view, but I gained my cork boards and other bits and pieces of art, illustration, and inspiration in my bedroom walls. Another advantage is that I'm really close to my bookshelves (the picture below is from a few months back, and since then I've made some changes in bookshelves).


Ainda me estou adaptar a trabalhar nesta secretária, mas para desenhar é fantástica! Tenho imenso espaço para as folhas e todos os materiais que precise. Na imagem não se vê, mas a secretária é em L, o que me permite mudar a local onde tenho o computador consoante o trabalho que esteja a fazer.

I'm still adapting to work in this desk again, but for drawing is amazing!! I have a lot of space for tools and paper. You can't see the photo para the desk is in an L shape, which allows me to change my laptop of place depending on what type of work I'm doing.

11/08/2017

Post-it Scribbles - 01

Hi there!

Post-it Scribbles é um novo projecto pessoal em que desenho em post-its ideas que me vêm à cabeça. É suposto serem ideias espontâneas e rápidas de desenhar. Ideia foi inspirada pelos desenhos que uma das minhas artistas preferidas faz - a artista é Frannerd.
Post it Scribbles is a new personal project where I draw in post-its quick sketches and ideas that come to my head. This idea was inspired by one of my favorite artists - Frannerd.

09/08/2017

Sketchbook Pages 12/52

🇵🇹 Sinto que durante meses não consegui pôr o lápis no papel. Os desenhos não queriam sair. Nada era fluído, só saiam à pressão e a (algum) custo. Talvez nos últimos meses tenha posto demasiada pressão sobre mim própria, ou então deixei-me derrotar pelo medo de falhar e de fazer as coisas mal.
Em Julho consegui desenhar algo sem que tivesse um propósito claro (sem ser o de apenas desenhar) e gostei do resultado. Senti que, afinal, ainda tenho o desenho dentro de mim.

2017 têm sido um ano muito estranho para mim. Tentei refugiar-me nas coisas que precisava de fazer e deixar (quase) tudo o que me dava prazer, mas que por vezes sentia que me sugavam o tempo. O resultado não foi nada produtivo e a minha auto-estima ficou em cacos.
Tenho-me dado conta que é fácil cair nestas espirais, o mais difícil é re-construir e voltar a sentirmo-nos inteiros. Mas uma página de cada vez, lá chegarei.

🇬🇧 I feel that I haven't been able to put the pencil to the paper. It was like I couldn't draw anymore. Nothing felt right and fluid, I could only draw under pressure and they never felt right. Maybe I've been too much pressure on me, or maybe I let myself get defeated by the fear of failure and make things wrong.
In July I was able to make some free drawings, drawings without a purpose (unless the one of the drawing) and I was happy the end result. I felt that I still had the drawing in me.

2017 has been a very odd year for me. I tried to take refuge in the things I needed to do and (almost) leave all the things I did for pleasure but that I felt were stealing my time. The result was not productive and my self-esteem took a big blow.
I learned that it's quite easy to fall in these black holes, the hard part is to get back on your feet and rebuild things around you. But one page at the time, I will get there again.

07/08/2017

Bites & Bits 31/52

🇵🇹 Nos últimos meses, vários acontecimentos deixaram-me sem saber como reagir. Sentia-me paralisada e sem saber como sair desta estado. Há vários mudanças que queria fazer (e quero fazer), mas sempre senti que não era capaz de as fazer todas ao mesmo tempo. Não sabia por onde começar, ou por qual começar... Têm sido meses muito confusos, mas sinto que Agosto pode ser minha luz ao fundo do túnel, e que vai ser um bom mês para retomar as rédeas da minha vida.

Nos últimos meses tenho reflectido muito sobre o meu futuro, sobre o meu trabalho e sobre a minha saúde.
Aprendi muitas coisas, sobre mim, sobre o meu método de trabalho, entre outras. Cheguei a muitas conclusões e decidi começar a mudar o que achava que poderia melhorar ou que tinha que mudar. Descobri que sou mais adversa à mudança do que achava... e que lutar contra mim própria é complicado e por vezes contraproducente.

No entanto quero usar o mês de Agosto para relançar a Nuts for Paper, tenho muitas ideias e muitos planos, mas está na hora de os pôr em prática. O blog, a página e o Instagram da Nuts for Paper serão retomados assim que os novos produtos começarem a ser lançados.
Quero também dedicar-me mais à ilustração e a desenhar. Mesmo que esses desenhos sejam pequenos desenhos em post-its (e dos quais já comecei a fazer - podem vê-los no instagram).

Em termos de saúde tenho estado a tentar mudar os meus hábitos alimentares. Quando possível optar por escolhas mais saudáveis. Talvez a mudança que preciso mais urgentemente de fazer é de começar a fazer algum exercicio (mesmo que seja apenas andar). Mas confesso que é mais fácil ficar sentada à frente do computador do que sair de casa e andar. É um trabalho em progresso.

Assim têm sido os meus últimos meses, cheios de conversas interiores e muita confusão dentro desta cabeça. Espero que o vosso Verão esteja a correr bem e até breve!
🇬🇧 In the previous months, various things and moments led me to a state of numbness. And for a long time, I felt I didn't know how to move forward. There are a lot of changes I want and need to make, but I was so insecure about making them all at the same time that I couldn't even choose one to start, or even start any of them. These past months were very confusing, but I feel that August can be my light at the end of the tunnel.

I've been thinking a lot about my future, work, and health.
I've been learning a lot of things - about me, my work method among other things. I concluded a few things and decided to change a few others. But meanwhile I also learn that I'm not very keen on changes... so I've been struggling a lot with myself.

I want to re-launch Nuts for Paper during the month of August, I have tons of ideas and plans, and it's time to put them into practice. The blog, Facebook page, and the Instagram account will be updated as soon I'll start launching and creating the new products.
I also want to dedicate myself more to drawings and illustrating things. Even if it's only little Post-it drawings (I've already started doing these and sharing them in my art and books Instagram account).

In terms of health, I've been trying to change some of my eating habits. Some weeks it works better than others. But the most urging change that I have to do is start to workout (or at least walk). But I confess it's far more easy to stay in front of the computer than get out of the house and walk. It's a work in progress.

This is how my past months were and my plans for the near future are. However, I hope your Summer is going well and until my next post, bye!!

02/08/2017

Solidão | Palavras Quase Perfeitas | Sketchbook Pages 11/52

Solidão foi a palavra quase perfeita do mês de Julho
Palavras Quase Perfeitas é desafio mensal criado pela Cris do blog A vida não têm de ser perfeita. A palavra escolhida deve servir de inspiração para uma publicação nos nossos blogues (seja um texto, um desenho, uma fotografia... o que quiserem!).

Solidão não é um sentimento que dê por mim a sentir muitas vezes, no entanto é algo que ciclicamente sinto no meio da multidão - talvez ande a misturar-me com as multidões erradas...

É um desafio que tenho participado quando posso, e à minha maneira.
Outras Palavras Quase Perfeitas: - Acreditar ; Magia ; Melancolia